Aprender e brincar

Aprender e brincar

Um espaço cheio de novidades. Para oferecer ainda mais conforto e possibilidades de lazer e aprendizado às crianças, o Lalec renovou por completo o espaço destinado para recreação, que agora conta com mais brinquedos voltados para cada fase de desenvolvimento. Além disso, a instituição está intensificando as atividades fora da sede, realizando passeios a pontos turísticos de São Paulo. Zoológico e o Parque do Ibirapuera foram alguns dos lugares já visitados.

Na opinião da psicóloga do Lalec, Ana Maria Silva (foto), tanto o espaço de recreação, quantos os passeios oferecem grandes oportunidades de desenvolvimento para as crianças. “É por meio do brincar que a criança aprende a ser o adulto de amanhã. Dessa forma, essas ações são vistas sempre como algo diferente, uma oportunidade de descobrir coisas e situações novas”, comenta.

 

Ana é a psicóloga do Lalec

Ana Maria Silva é a psicóloga do Lalec

 

Ela destaca também o papel fundamental desempenhado pelas voluntárias, que não só acompanham alguns dos passeios, como fazem um trabalho individualizado com cada criança no espaço de recreação. Confira no bate-papo abaixo mais detalhes sobre as novidades.

Qual o objetivo dos passeios?
A finalidade dos passeios é que as crianças possam se socializar em outros contextos sociais, dos quais eles terão que estar em mais ou menos dias. Ao mesmo tempo, elas precisam conhecer e interagir com os outros adultos fora do contexto do Lalec, bem como com outras crianças. Para tanto, é muito importante prepará-los, e fazemos isso em nossas atividades no Lalec.

Para onde as crianças já foram levadas?
Sempre que aparece uma possibilidade nós saímos com elas. Como estamos em pleno mês de férias, e é verão, as saídas vêm acontecendo com mais frequência. Já as levamos ao Parque do Ibirapuera, ao Zoológico e ao Pet Zoo. Quando há oportunidade, embora isso ocorra com menos frequência, também as levamos para festinhas de aniversários de outras crianças, inclusive de algumas que já foram acolhidas por nós e que foram posteriormente adotadas.

E o novo espaço de lazer? Como as crianças estão aproveitando?
No local, temos brinquedos apropriados para cada fase do seu desenvolvimento. O espaço, criado para “aprender e brincar”, vem propiciando um desenvolvimento ainda maior delas. Lá, as crianças entre um ano e meio e quatro anos podem desenhar, pintar e aprender o que qualquer criança veria se tivesse em uma família. Já as menores de seis meses usam o espaço para desenvolver a motricidade e percepção corporal, aprendendo a sentar, controlar mais a coluna vertebral e a cabeça, assim como engatinhar, ficar de pé e se equilibrar para, finalmente, caminhar. É importante destacar a participação das voluntárias, que fazem um trabalho de estímulo fundamental com elas.

Na sua avaliação, como está sendo a reação das crianças às essas novidades?
É por meio do brincar que a criança aprende a ser o adulto de amanhã. Dessa forma, essas ações são vistas sempre como algo diferente, uma oportunidade de descobrir coisas e situações novas. Se, enquanto adultos, nós ficamos alucinados com novidades, imagine elas? A curiosidade faz parte do ser humano, então elas estão adorando tudo isso. Ao mesmo tempo, é de suma importância que as crianças sejam preparadas para outras possibilidades, o que servirá de aprendizado para quando forem adotados ou reintegrados à família. Outra questão relevante é que qualquer situação, seja positiva ou não, fica sempre em nossa memória celular. É bom lembrar que um copo vazio está sempre cheio de ar. Então, os passeios são ar que vai completar e encher a vida delas de alegria. Tenho certeza absoluta que elas nunca esquecerão essa passagem em suas vidas.